sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Solidariedade e desenvolvimento

Impossível haver desenvolvimento sem solidariedade. Não é aceitável que alguém se ache melhor que outro porque estudou ou teve uma vida mais generosa devido a seus antecedentes.
Hoje conversei com uma pessoa que me ajuda, sobre o sentido que teve na nossa formação a privação na infância de alguns consumos e o rigor de princípios na divisão da comida entre irmãos realizada pela mãe. No uso de roupas usadas por irmãos mais novos pois os recursos não permitia a individualidade no consumo.
Concluímos que essa matriz nos deu garra para a vida, mas nos ensinou que se conquista aquilo pelo qual se luta, pelo caminho do esforço, do trabalho, e principalmente, que é possível viver com o essencial da vida. Nos ensinou a ver além da família, do núcleo da casa, e enxergar o mundo maior.
Nos ensinou a sermos solidários entre irmãos e com os vizinhos, os outros brasileiros.


Gostei de refletir sobre isso.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Domingo é dia de votar - eleições 2014 - eu tenho uma sugestão

ELEIÇOES 2014
Faltam só 3 dias para as eleições e a sociedade reclama muito do poder executivo, mas, esquece que o Congresso Nacional e as Assembleias Legislativas é que votam, aprovam e vetam as leis de interesse do povo. São os deputados federais, os senadores e os deputados estaduais que decidem a maior parte dos assuntos que nos afetam cotidianamente, além dos vereadores também em cada cidade.a
Parece óbvio, mas, quantas pessoas já escolheram seus candidatos de forma consci...ente e criteriosa?
 
Eu tenho uma sugestão.
 
Meus candidatos: para Deputado Federal Orlando Silva, 6565, jovem e experiente na administração pública e com coragem para lutar pelos interesses nacionais e dos trabalhadores, e para Deputada Estadual, Ana Martins 65611, uma mulher de luta que conheço há mais 20 anos que não esmorece nunca.

São Paulo precisa mudar, não pode mais continuar sem água, sem segurança e sem educação esse não é o espirito dessa terra de gente desbravadora.

Vou com Dilma, Padilha, Nivaldo Santana e Suplicy para que o Brasil aprofunde as mudanças necessárias para eliminar a concentração de renda que só atravanca nosso desenvolvimento.

Esse é o meu lado.