domingo, 21 de abril de 2013

Tempo de estudo, tempo de sonhos, tempo de brincadeiras, turma da FAU 1975

Um presente do Mario Fujita para a nossa turma. Hoje frequento estes estúdios com outro olhar mas, o carinho é o mesmo, e a intimidade com o lugar permanece.
 
 
 











segunda-feira, 8 de abril de 2013

Ainda o desenho à mão e a vida

Descobri que desenhar à noite na hora de dormir funciona como um livro quando fico acordada pensando na vida. O problema é que o desenho absorve, consome e quando vejo já é tarde demais. Um prazer descoberto recentemente. Tenho feito autos-retratos a partir de fotos ou usando o celular como espelho. Divertido, e você pode dar um zoom num detalhe ou outro para aperfeiçoar o desenho. Desenho a caneta tipo nanquim descartável e comecei a introduzir cor com pastel de boa qualidade. Mas ando com uma necessidade de desenhar num espaço maior com carvão, me vejo fazendo isso, assim como, me vejo correndo como na cena do filme "O lado bom da vida" (o Robert De Niro está impagável) nas ruas à noite. Tomar o ar fresco da madrugada. Faço isso da minha janela da sala. O vento que bate me encanta e de noite e de dia respiro este ar fresco antes de dormir ou de começar o dia.
Gosto desse lugar.

Quando terminar a série de desenhos vou postar.