domingo, 7 de outubro de 2012

São Paulo vai às urnas

Pela primeira vez em São Paulo a eleição não se definiu de véspera e isto é um bom sinal. 

A população desperta contra aqueles aventureiros que não tem projeto para a cidade e posam de salvadores mas se juntam com gente que a cidade baniu da política na época da máfia da propina. E desperta também contra aqueles que fingem o que não são e que já viraram as costas para a cidade. Russomano e Serra minguaram para o que lhes resta da população perdida que resiste a um projeto popular de um futuro de igualdade entre os homens e mulheres dessa cidade. 

Temos que caminhar junto com o Brasil para eliminar aquilo que representa o maior atraso para o desenvolvimento do país que é a desigualdade e a concentração de renda nas mãos de poucos, como dizia Celso Furtado.

Por isso é preciso votar no Haddad e na Nádia Campeão, eles representam a mudança de direção, a esperança dos mais pobres e dos que querem uma cidade mais humana e equilibrada.

Com eles é preciso uma Câmara que ajude nos projetos de lei que mudem pra valer esta cidade, com gente de luta como a Ana Martins, número 65611. Sua história é de dignidade na política, sempre ao lado do povo, sempre desafiando e estimulando a busca de soluções contra aqueles que emperram a mudança da realidade da periferia de São Paulo. Eu conheço esta lutadora pois tive a oportunidade de trabalhar com ela e conhecer melhor esta cidade e seus desafios. 

Boa eleição a todos nós. Não é hora de desperdiçar o voto e nem correr riscos ao retrocesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário