sexta-feira, 14 de setembro de 2012

A política de São Paulo e do Brasil - o Serra devia ter mais respeito para falar da presidente Dilma

Como pode um candidato a prefeito da maior cidade da América Latina e do Brasil, com um acúmulo de problemas de ordem nacional dizer que a Presidente da República não deve "meter o bico" na disputa de São Paulo?

Além da falta de educação dessa pessoa, é evidente que isto é uma casca de banana para os setores progressistas que querem mudar São Paulo entrarem na provocação e fornecerem munição para este homem pouco confiável que largou São Paulo na mão e deu o maior calote nas empresas contratadas da Prefeitura durante um ano.

Fato este que nunca acontecera antes de sua gestão em 2005 e chama isto de sanear as contas. São Paulo precisa sim do Governo Federal e a Presidente Dilma tem que se posicionar. Ou o Governador já não fez isto?

Aliás todos nós devemos nos posicionar, vinte anos de destruição do Estado de São Paulo demonstram que todos queremos mudança com gente nova e honesta e com capacidade de enfrentar os problemas do cotidiano sem falsas promessas, é preciso avançar na democracia para governar esta cidade tão forte e ao mesmo tempo tão maltratada.

São Paulo também não merece cair nas mãos de políticos que usam instituições religiosas que tratam de questões de interesse íntimo que saem da esfera do interesse público e não têm projeto para a cidade.

Eu vou votar no Haddad e na Nádia Campeão com muita convicção pelo o que conheço do trabalho dos dois pessoalmente durante minha trajetória na Prefeitura de São Paulo. Inovaram, cuidaram dos bens públicos e criaram oportunidades para a população pobre de São Paulo, com os CEUS, a recuperação do esporte, do lazer e cultura na cidade e com a criação do bilhete único e reorganização do sistema de transportes. Hoje com o crescimento do país e da arrecadação municipal será possível fazer muito mais. A saúde espera soluções definitivas não mutirões ocasionais que não constituem políticas permanentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário